Imagino Dom Helder Câmara no país destes dias sombrios, hipócritas, de bancada da Bíblia e fundamentalistas. E não é preciso muito imaginar, porque ele já nos respondeu em uma crônica para o rádio em 28 de janeiro de 1977. Da fala e texto, destaco:

“É impressionante como é fácil parecer bom e como é difícil ser justo. Mas Justiça, para muitos, tornou-se uma palavra perigosa e feia”. 

Notaram Sergio Moro e Cia?  

E continuou Dom Hélder Câmara para estes dias: 

“Meu amigo Luís Antônio meteu na cabeça que falar em Direitos Humanos, bater-se pela justiça, é linguagem de quem, sabendo ou sem saber, está mordido de comunismo. Tentei um dia lembrá-lo: os Direitos Humanos foram proclamados  solenemente pela ONU, inclusive pelo Brasil”.

Sim, ministrinho medíocre das relações exteriores. Sim, bancada da bala e da bíblia prestem atenção na fala acima de 1977. E continuou Dom Hélder a falar para o Brasil de hoje:   

 “Meu amigo Luís Antônio comentou:  ‘a idéia de Direitos Humanos foi generosa e jus...

Please reload

SEÇÕES

Please reload

ARQUIVO DE POSTS

Please reload